quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Troca da Correia Dentada



Intervalo de Troca da Correia Dentada
Não é recomendado um intervalo de tempo específico para que seja feita a troca da correia dentada.
Na prática pode-se constatar que, como precaução, a troca deve ser feita no intervalo de 80.000 Km.
Sempre deve ser levados em conta o uso prévio e a história de serviço do veículo.
Siga Especificações para evitar danos ao Motor
Caso não haja a instalação da correia com precisão, pode haver dano nos pistões e Válvulas.
Um cheque de compressão de todos os cilindros deveria ser executado antes de remover o CABEÇOTE.
Ferramentas Especiais
A - Correia de medir tensão GM – N° J-26486.
Precauções Especiais
A - Desconecte o cabo terra da Bateria
B - Não gire a Árvore de Manivelas nem o Comando de Válvulas ao remover a correia dentada.
C - Remova as velas para aliviar a pressão do motor se ele tiver que ser girado.
D - Gire a Árvore de manivelas no sentido normal de funcionamento ou seja no sentido horário.
E - Não gire a Árvore de Manivelas pelo Comando de Válvulas ou pôr outra polia.
F - Observe todos torques.
Remoção
1)- Levante e apóie a frente do veículo.
2)- Remova:
A - Correias de acessórios adicional.
B - Painel de montagem superior do radiador.
C - Envoltório superior da ventoinha (modelos com ar-condicionado)
D - Ventoinha e polia da bomba d’água.
E - Parafuso e arruela da polia da árvore de manivelas
F - Protetor superior da correia de sincronismo
3)- Gire a árvore de manivelas lentamente duas vezes à direita até o cilindro N° 1 no ponto morto superior de compressão com a marca de sincronismo da polia alinhada (fig. 3 diagrama)com a marca O.
4)- Insira uma broca 0,125"pol. (3,4m.m) através do protetor da correia de sincronismo traseiro para dentro da engrenagem do comando de válvulas , com o distribuidor saindo no cilindro N° 1.
5)- Remova a polia da árvore de manivelas e o protetor inferior da correia de sincronismo
6)- Solte o parafuso da polia tensionadora e gire a polia à direita para aliviar a tensão da correia.
7)- Remova a correia de sincronismo.
Instalação
1)- Instale temporariamente a polia da árvore de manivelas e confirme que as marcas de sincronismo estejam alinhadas
2)- Cheque se a broca de 3,4m.m está na engrenagem
3)-Instale a correia de sincronismo nas engrenagens e polias na seguinte ordem:
A - Engrenagem da árvore de manivelas.
B - Engrenagem do comando de válvulas
C - Polia tencionadora.
4)- Confirme que a correia de sincronismo tencione entre as engrenagens no lado oposto ao tencionador.
5)- Solte o parafuso tencionador e usando a chave Allen ¼", gire a polia tencionadora à esquerda para pré-tensionar a correia.
6)- Aperte o parafuso tensionador e remova a broca da engrenagem do comando de válvulas
7)- Gire a árvore de manivelas lentamente duas vezes à direita e instale temporariamente a polia.
8)- Cheque se as marcas de sincronismo na árvore de manivelas estão alinhadas (fig. 3 diagrama) e se o buraco na engrenagem do comando de válvulas está alinhado com o buraco do protetor traseiro
9)- Instale o medidor de tensão N° J-26486 na correia de sincronismo na q .
10)- Solte o parafuso tensionador e usando a chave Allen ¼", gire a polia tencionadora à esquerda até que o medidor leia 63-77 lbs.
11)- Segure a polia tensionadora e aplique um torque de 20,3 Nm no parafuso .
12)- Instale os componentes na ordem inversa de que foram removidos.

Um comentário:

Anônimo disse...

Quanto ao intervalo de troca da correia dentada é recomendado que aos 40000km, SE FAÇA UMA verificação quanto ao estado da correia, e o espaço específico da troca é a cada 50000km.Ainda sou o proprietário de chevette 1.0 ano 92 há 15 anos.